Viagens passadas, presentes e futuras

Santiago: Por onde começar...

Há poucas semanas a seleção chilena de futebol sagrou-se campeã da Copa América Centenário, consolidando a condição de melhor time das Américas, que vem desde a conquista da edição anterior da competição, ocorrida no Chile em 2015.

As recentes conquistas "futebolísticas" serviram para chamar a atenção de todos para os encantos do jogo chileno. Porém, os encantos de Santiago já são conhecidos há tempos pelos brasileiros, figurinhas carimbadas nas ruas e pontos turísticos da capital do Chile.

E foi justamente no clima de alegria e euforia após a conquista da Copa América 2015 que fomos conferir os encantos de Santiago e arredores. Como ainda tínhamos uma semana de férias para tirar, resolvemos aproveitar os bons preços do país e fazer uma viagem para comemorar o aniversário do Rodrigo e brincar na neve!


Palácio de La Moneda, sede do governo chileno

Geralmente, as pessoas passam apenas 2 ou 3 dias em Santiago e arredores, mas como nossa ideia inicial era, além de fazer o basicão, aproveitar a neve nas estações de esqui próximas à cidade para aprender a esquiar, reservamos 6 dias inteiros por lá (desconsiderando o dia da chegada).

Pistas no Valle Nevado

No final, nosso roteiro ficou assim:

Dia 1: Chegamos à noite no aeroporto de Santiago, então fomos direto para o Hotel e não conseguimos visitar nenhuma atração.
Dia 2: Santiago (e aniversário do Rodrigo)
Dia 3: Valparaíso e Viña del Mar
Dia 4: Valle Nevado e Farellones
Dia 5: Santiago (A ideia inicial era voltar para Valle Nevado, mas desistimos)
Dia 6: Santiago
Dia 7: Santiago e retorno ao Rio


Onde ficar:
Após definirmos o que gostaríamos de fazer em Santiago, incluindo visitas às estações de esqui e às cidades de Valparaíso e Viña del Mar, começamos a buscar as opções de hospedagem concentradas nos seguintes bairros:

  • Centro:
É a parte mais turística de Santiago e também a mais antiga, por isso não espere por construções novas e ruas bem iluminadas à noite.

Essa região possui várias estações de metrô e é bem fácil de chegar/sair daqui. Porém, achamos que as opções de bons restaurantes e/ou atrações noturnas é mais restrita do que nos outros bairros.

No final, optamos por descartar o Centro porque achamos um pouco perigoso, já que é uma área muito comercial e de noite não tem muita movimentação de pedestres nas ruas.


  • Bellavista:
É o bairro mais boêmio de Santiago! Possui muitos restaurantes, boates, bares da moda e polos gastronômicos, como o Pátio Bellavista.

Bellavista não é tão bem servida quanto o Centro em termos de transporte público, mas os táxis em Santiago tem um preço bem convidativo. Se gostar de agito noturno, esse é o bairro ideal para você! Contudo, como esse não é o nosso estilo, também evitamos essa parte da cidade.


  • Las Condes:
É uma das áreas mais novas de Santiago, arborizada, com avenidas largas, centros comerciais modernos e com grandes shoppings nas redondezas. Na nossa opinião, é um dos bairros mais bonitos da capital chilena.

Las Condes possui estação de metrô, tem hotéis novos, com preços em conta e ótima infraestrutura e fica próximo do bairro de Vitacura, onde também se encontram muitos bons restaurantes. Além disso, Las Condes tem uma bonita vista da Cordilheira dos Andes e está no meio do caminho para quem pretende subir a montanha rumo às estações de esqui.

Dessa forma, optamos por nos hospedar no bairro de Las Condes e fomos às buscas no Booking.com.


Por fim, escolhemos o hotel Plaza El Bosque Nueva Las Condes. O hotel é muito novo (foi inaugurado em 2013) e possui quartos espaçosos, com local apropriado para abrir as malas, frigobar, TV e um excelente banheiro.

Hotel Plaza El Bosque Nueva Las Condes, visto do Parque Arauco

O Hotel fica ao lado do Parque Arauco (um bosque usado para prática de exercícios por muitas pessoas) e a poucos minutos de caminhada do shopping Parque Arauco, lojas de departamento e mercados.

O shopping Parque Arauco é ótimo e há várias opções de bons restaurantes em uma praça de alimentação independente do restante das lojas, que fica aberta até tarde e é ótima para quem faz passeios durante o dia e chega tarde no hotel. :)

A estação de metrô mais próxima é a estação Manquehue, da linha 1, que está a cerca de 800 metros do Hotel.

Reservando com antecedência, o hotel apresenta uma ótima relação custo x benefício, contando ainda com um bom café da manhã e uma equipe atenciosa. Recomendamos!

Agora que já falamos sobre nosso planejamento e onde ficamos hospedados, vamos começar a contar nos próximos posts o que fizemos em cada dia. E você, já conhece Santiago? Aproveite para comentar aqui e nos contar o que achou!

Se você ainda não conhece, não perca os próximos posts com as dicas do que fazer em cada lugar, planeje sua viagem e Vamos pelo Mundo!


Booking.com

Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário