Viagens passadas, presentes e futuras

Cancún - Qual moeda levar?

*Spoiler: O dólar não é (necessariamente) a melhor opção!

Durante o planejamento de nossa viagem à Cancún, vimos muitas informações desencontradas sobre qual a melhor moeda para levar. As opções eram:

1 - Comprar Dólares (USD) no Brasil
2 - Comprar Pesos Mexicanos (MXN) no Brasil
3 - Sacar Pesos Mexicanos lá em Cancún

Em geral, a maioria dos sites que consultamos sugeria que a melhor opção seria levar Dólares!

De fato, o dólar é amplamente aceito em Cancún. No entanto, não ficamos convencidos de que essa seria a melhor opção e fizemos uma comparação rápida das cotações na casa de câmbio que costumamos utilizar (DG Câmbio). Na data de nossa comparação, as cotações que encontramos foram as seguintes:

USD 1 = BRL 3,98 + IOF (0,38%)
MXN 1 = BRL 0,44 + IOF (0,38%)

A cotação oficial do dia mostrava que 1 MXN = BRL 0,20, ou seja, metade do valor da casa de câmbio. Assim, a opção de comprar pesos mexicanos no Brasil foi imediatamente descartada:

1 - Comprar Dólares (USD) no Brasil
2 - Comprar Pesos Mexicanos (MXN) no Brasil
3 - Sacar Pesos Mexicanos lá em Cancún 

Considerando que sobre a compra de moeda estrangeira incide IOF de 0,38% e este imposto para saques internacionais e compras no cartão de crédito é de 6,38%, seria melhor comprar dólares no Brasil do que sacar dinheiro lá, certo?

Depende do que você vai fazer por lá!

Os passeios eram cobrados em dólares nas agências que pesquisamos, porém todo o comércio utilizava preços em pesos mexicanos. A grande maioria das lojas e restaurantes também aceitava dólares, mas a conversão em geral era bem ruim. Na época, as lojas convertiam 1 dólar em 16 pesos, sendo que o oficial seriam quase 20 pesos. Ou seja, se você levar muitos dólares, perderá dinheiro duas vezes na hora da conversão.


Por isso, levamos dólares suficientes para pagar os passeios que pré-determinamos, além de uma gordurinha de 20% (caso tivesse algum outro passeio que gostaríamos de fazer de última hora).

Além dos dólares para pagar os passeios já contratados, optamos por sacar Pesos Mexicanos já em Cancún (lembrem-se sempre de habilitar o cartão para uso no exterior para eventuais emergências).

Conseguimos pelo Santander uma taxa de MXN 1,00 = BRL 0,22, o que valeu a pena por não precisarmos andar com muito dinheiro e nem ficar com moeda sobrando, uma vez que não teria valor voltar com pesos mexicanos para o Brasil.

Considerando que fizemos câmbio no Brasil com a taxa de USD 1 = R$ 3,98, com o IOF de 0,38% na compra de moedas estrangeiras, isso significa que cada dólar por R$ 3,98 nos custou no Brasil o equivalente a R$ 3,99. Como a conversão no comércio era de USD 1,00 = MXN 16, podemos afirmar que MXN 16 = R$ 3,99, o que dá uma relação de R$ 1 = MXN 4,00.

Considerando o IOF de 6,38% para saques em moeda estrangeira, os mesmos R$ 3,98 nos custariam R$ 4,23, porém como conseguimos uma relação melhor na conversão do saque, isso significa dizer que R$ 4,23 = MXN 19,24, o que nos deu uma relação de R$ 1 = MXN 4,54, ou seja, nossos reais valeram mais na opção do saque do que na opção da compra de dólares.

Por fim, apesar de termos conseguido uma cotação melhor no saque, não recomendamos que você simplesmente abandone a ideia de comprar dólares, mas observe a diferença entre a cotação oficial e o valor conseguido nas casas de câmbio para fazer seus suados e desvalorizados reais valerem mais!

Acompanhe os outros posts da nossa série de Cancún e Vamos pelo Mundo!

Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário